Casa inteligente e segurança: quais os principais pontos que devem ser levados em consideração?

A automação e uso de ferramentas tecnológicas podem gerar economia e, ao mesmo tempo, aumentar a praticidade e proteção dentro dos lares 

Só quem acordou atrasado e saiu de casa às pressas conhece a aflição da dúvida pairando sobre a cabeça o restante do dia: Será que desliguei o forno? Lembrei de trancar a porta? Essas sensações são mais comuns do que se imagina, especialmente quando a agenda está cheia de atividades. Felizmente, com a modernização dos ambientes domésticos esse e outros problemas do cotidiano podem ser deixados para trás. 

Se o desenho animado da família Jetsons, lançado em 1962, prometia um futuro tecnológico com carros voadores e aparelhos capazes de tornar a vida mais prática e fácil, pode-se dizer que grande parte realmente foi criada e implantada na vida real.  Chamadas de vídeo, robôs de limpeza e assistentes pessoais são algumas das facilidades presentes tanto no universo fictício, quanto no factual. 

O comando de voz, especialmente em smartphones, representou o primeiro contato de parte dos consumidores com os assistentes virtuais e não demorou muito para esse avanço alcançar automóveis e residências. As marcas perceberam o surgimento do novo mercado e começaram a investir em tecnologia. O passo seguinte resultou nas casas inteligentes, criadas para facilitar a gestão dos lares através de produtos com inteligência artificial e automatizados para necessidades individuais. 

Qualquer casa pode ser “inteligente”? 

Uma residência que tenha implantado um projeto ou sistemas de automação pode ser considerada parte dessa nova maneira de viver, afinal o uso dos recursos tecnológicos permitem essa transformação. Um levantamento feito pela Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial (Aureside) em 2020 indicou que existem uma média de 900 mil a 2 milhões de casas inteligentes no Brasil. Esse cenário reflete também a expansão digital do país.

Os produtos utilizados para tornar um ambiente inteligente e seguro possuem, além de inteligência artificial, conectividade Wi-Fi e integração com eletrônicos e smartphones por meio de aplicativos. Isso permite que o morador monitore, mesmo à distância, diversos eletrodomésticos como o ciclo de lavagem da máquina de lavar ou a temperatura de um ar condicionado LG

Segurança, economia e praticidade

Existem outros pontos importantes sobre as casas inteligentes que merecem ser destacados. O principal deles é a segurança. Para que ela também seja inteligente deve seguir 4 principais pilares: sensores, alarme, câmeras e controle de acesso. Cada um desses sistemas atende demandas específicas capazes de aumentar o índice de proteção e qualidade de vida. 

Os sensores, por exemplo, são alternativas indispensáveis para tornar uma casa inteligente e segura para idosos e pessoas com deficiências (PcD). A depender do projeto e da necessidade, pode-se instalar o acendimento automático de lâmpadas, sinalização de vazamento de água, gás, abertura de portas, dentre outras especificidades. A aplicação desses recursos passa pelo entendimento das carências e pela execução automática de soluções que auxiliam o morador no seu dia a dia. 

As fechaduras eletrônicas, sistemas biométricos, monitoramento 24 horas, ajustes no uso e potência de eletrodomésticos e consumo de energia podem ser totalmente gerenciados por aplicativos e, por isso, são funcionais. Todas essas vantagens fazem com que a junção da moradia com instrumentos tecnológicos continue se fortalecendo. A instalação e uso desses produtos pode ser conduzida de maneira pontual ou mediada por um projeto de uma empresa especializada. 

Notícias Relacionadas

Destaque

7 vantagens em utilizar RADARES em um projeto de Segurança Perimetral

Ao elaborar um projeto de segurança de uma instalação, a área perimetral é o local que deve receber a principal…

Destaque

Condomínios recorrem a portaria remota para combater a violência

O Brasil está cada vez mais vertical. Nos últimos 35 anos o número de apartamentos no país cresceu 321%, totalizando…

Destaque

Hikvision passa utilizar inteligência artificial e machine learning para aprimorar o autoatendimento de seus clientes

Além do autoatendimento, os clientes também vão contar com suporte de uma equipe especializada em parceria com a Parkseg Academy…