Câmeras de segurança monitoram florestas e evitam incêndio

Durante todo o ano o Ministério do Meio Ambiente estabelece um calendário de alerta para queimadas em todo o Brasil, o estudo marca o período mais crítico para queimadas em cada região brasileira. Apesar do esforço, o Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), registrou mais de 44 mil focos de queimada de janeiro a agosto de 2017.

Contra esse cenário alarmante a tecnologia se tornou uma alternativa mais eficaz e segura para resguardar as áreas sujeitas a incêndios florestais. Nas cidades mineiras de Curvelo, Felixlândia e Morada Nova de Minas, o sistema SYSFOREST monitora áreas extensas de floresta e plantio de maneira completamente remota.

A Coaltech tinha um desafio em encontrar equipamentos que necessitavam a melhoria da acuracidade na detecção de fumaça e incêndio. Para isso, com o apoio da área técnica da Alphadigi, ambas definiram equipamentos da Dahua Technology para realizar a tarefa de manutenção de áreas ambientais. O alcance dos equipamentos, que ficam instalados em torres de comando, pode chegar a 40km.

“Não há necessidade de pessoas nas zonas de monitoramento. E o grande diferencial do SYSFOREST são seus recursos de vídeo e transmissão de imagens e dados de alta tecnologia”, explicou Geraldo César Baliza, diretor responsável da Coaltech Engenharia e da criação do SYSFOREST.

Sendo assim, o modelo escolhido para a solução foi a PTZ 12240-IRB-N, que oferece 2MP de resolução e zoom de até 40x. Desenvolvida especificamente para a captura de vídeos a longa distância para aplicações ao ar livre, a câmera combina Infravermelho Mecânico com alcance de 300 metros para imagens detalhadas mesmo a noite.

O equipamento ainda agrega auto-rastreamento manual ou automático, que segue padrões pré-definidos, fundamental para o projeto que trabalha com a rápida detecção de sinais de incêndio. Logo que a fumaça é detectada, as medidas para minimizar os danos – a brigada é acionada na mesma hora, agilizando o processo para a preservação do patrimônio florestal e agrário.

Além da rapidez, o sistema representa economia porque dispensa a contratação e o treinamento de vigilântes e guardas para rondar o terreno. Com os recursos tecnológicos é possível estar atento aos primeiros sinais de incêdio e outras catastrofes ambientais de maneira mais assertiva e o futuro da manutenção das áreas florestais pode depender dessa estratégia.

Notícias Relacionadas

Destaque

Exposec 2024 é o maior palco das novas tecnologias em segurança pública e privada na América Latina

Maior feira internacional de segurança da América Latina acontece de 4 a 6 de junho, no São Paulo Expo; organização…

Destaque

Dahua Technology anuncia primeiro vice-presidente para operação Brasil

Francisco Menezes, com quase 20 anos de experiência na Huawei, assume vice-presidência da Dahua para ampliar novos negócios e vendas…

Destaque

Monitoramento veicular alerta para fadiga e uso de celular 

Sistema analisa imagens no interior da cabine e emite alertas para motorista e gestor de frotas Imagine um sistema de…