Axis e Dedrone lançam o primeiro software do mundo que detecta a presença de drones e identifica o ponto exato do piloto do equipamento

As empresas Dedrone e Axis Communications demonstraram nesta quarta-feira, 4 de outubro, em São Paulo, uma tecnologia capaz de evitar o uso de drones para fins criminosos, como a obtenção de segredos industriais, entrega de objetos para presidiários e violação da privacidade. A demonstração marcou o uso inovador de câmeras de vigilância para identificar um drone se aproximando de um prédio comercial, complementando a tecnologia DroneTracker.

O software DroneTracker usa uma combinação de sensores de frequência de rádio (RF) e Wi-Fi para detectar a presença de drones nas imediações, além de poder identificar o ponto exato de onde ele está sendo controlado (piloto). Isso permite descobrir quem está controlando o equipamento e quais suas intenções. O software também usa as câmeras de monitoramento da Axis para detectar e visualizar em alta definição o drone e seguir seus movimentos dentro do espaço aéreo, gerando um registro visual de todo o ocorrido.

Na prática, drones podem voar controlados por um piloto, usando radiofrequência detectada pelo sensor da Dedrone, ou de forma autônoma através de coordenadas de GPS. Nesse último caso, as próprias câmeras da Axis detectam a presença e geram alertas que aparecem na hora até mesmo em dispositivos móveis, como o Apple Watch.

Com o tempo, a tecnologia se mantém atualizada. Isso porque o DroneTracker é uma plataforma de aprendizagem de máquinas, permitindo que a Dedrone atualize continuamente o software e assegure que seus recursos de verificação sejam efetivos em encontrar todas as ameaças dos drones. Quando um drone não autorizado entra em espaço aéreo protegido, o DroneTracker envia automaticamente um alerta e pode acionar uma medida de proteção.

“Hoje em dia, não basta proteger com muros e câmeras a área que contorna uma escola, um presídio ou um condomínio, algo que a Axis já faz com excelência. O espaço aéreo se tornou vulnerável à presença de drones, e é preciso expandir a proteção do perímetro para um alcance tridimensional”, explicou Paulo Santos, gerente de soluções da Axis Communications.

Parcerias
A tecnologia é o primeiro software mundial que detecta drones. O gerente de vendas da Dedrone para América Latina, Robson Augusto, comemorou a demonstração da solução em uma região desafiadora do ponto de vista técnico, pela proximidade com a Avenida Paulista, que sofre interferências de radiofrequência e concentra muitos edifícios. “A Dedrone fez parceria com a Axis para garantir que nossos clientes possam acessar os melhores sensores e combiná-lo com o software que é líder mundial na detecção de drones”.

Na América Latina, a Dedrone é representada pela Techshield. “A Techshield é pioneira em proteção do espaço aéreo, incluindo a prevenção de ataques cibernéticos (cybersecurity), riscos que aumentam exponencialmente com o crescimento da presença de drones”, disse Gustavo Vicentini, CEO da TechShield.

A cobertura completa desse evento e mais informações sobre essa nova tecnologia estarão na edição de outubro da Revista Segurança Eletrônica. 

Notícias Relacionadas

Cases

Grupo Unidasul adota solução óptica Furukawa em centro de distribuição e em novas unidades no Rio Grande do Sul

Com a expansão de sua rede de supermercados Rissul e de atacarejos Macromix pelo estado do Rio Grande do Sul,…

Destaque

Datacenters precisam de vigilância RSA para garantir segurança

Esta ferramenta do Genetec Security Center combinado ao uso dos sensores existentes ajuda a lidar proativamente com ameaças antes que…

Destaque

Como a tecnologia pode aprimorar a segurança em cidades inteligentes?

Apesar de o conceito de cidade inteligente ser relativamente recente, ele já se consolidou como assunto fundamental na discussão da…