As cidades não são um problema, as cidades são uma solução

Por Percival Campos Barboza, Presidente CPTED Brasil

Este ano recebemos da ICA – International CPTED Association, a missão de realizar no Brasil a sua conferência anual uma semente plantada no ano passado, durante a visita de sua presidente internacional Macarena Rau Vargas para entregar os certificados CPTED aos alunos do primeiro curso de certificação realizado para brasileiros. Entrega pessoal em cerimônia durante o penúltimo, hoje sabemos, Congresso Segurança Eletrônica. Uma missão e tanto, mas nós resolvemos encará-la e realiza-la.

E fomos buscar inspiração.  Queríamos um evento que pudesse debater a principal questão que impede o desenvolvimento seguro e sustentável de nossas cidades, o crescimento do crime urbano. Desta ideia chegou-se ao nome do evento SAFE CITIES by People, ou seja, o que as cidades ao redor do mundo e no Brasil estão fazendo para abordar esta questão. Quais são as melhores práticas?

As cidades são o fenômeno cultural mais evidente de nossa civilização. As pessoas vão para as cidades em busca de trabalho, de moradia, de um lugar para educar seus filhos, para encontrar com pessoas, para o lazer e a cultura. Este encontro de pessoas nas cidades é o que cria as condições para a inovação e o desenvolvimento em uma troca constante de informações, ideias, produtos, serviços, trabalho e renda.

Nas palavras de Alan Bertaud em seu magistral Ordem sem Desenho – Como os mercados moldam as cidades, “a aleatoriedade — eventos que acontecem por acaso — torna a vida emocionante e produtiva. A forma como projetamos cidades pode multiplicar ou reduzir as chances de encontros aleatórios com pessoas e ideias. A criatividade e a inovação dependem de encontros não planejados com pessoas com habilidades, gostos e formações diferentes”.

São as conexões entre as pessoas, nas ruas das cidades, que criam os compromissos de uns com os outros, os vínculos afetivos, as amizades, as trocas, a motivação de cuidar um do outro, gerando comunidades que se reconhecem como tal e como comunidades agem, interpretando algumas palavras de Jane Jacobs, na origem da frase de Jaime Lerner, que dá título a esta matéria.

Por sobre o ambiente e a infraestrutura construídas das cidades é que se sobrepõe todos os demais benefícios e serviços, incluindo a segurança pública e a privada.

Uma missão e tanto, sem dúvidas. Mas, com erros e acertos, aprendendo muito, life long learning meus amigos, pudemos afinal e com muita satisfação apresentar o CPTED ao Brasil e o Brasil ao CPTED.

Durante 02 dias inteiros, 30 e 31 de outubro, no Teatro Sérgio Cardoso em São Paulo, pudemos reunir mais de 34 palestrantes especialistas, internacionais e brasileiros, representando 11 países e oito cidades e estados brasileiros, um conteúdo sobre o tema jamais reunido em um só lugar, ao mesmo tempo.

Confira o conteúdo e aguarde sua publicação em @cptedbrasil.

KEYNOTE SPEAKER

Alain Bertaud – New York – USA – New York University – Marron Institute.

ORDEM SEM DESIGN – Como os Mercados Moldam as Cidades.

KEYNOTE SPEAKER

Gerard Cleveland – Perth – Australia – PSPBL – The Police Society for Problem Based Learning.

Harmonizando a Segurança – Integrando o CPTED para comunidades e microambientes mais seguros.

PAINEL: CPTED E AS MULHERES

Macarena Rau Vargas – Santiago – Chile – ICA Iternational President.

Percepção do medo na segurança urbana: a visão das mulheres na perspectiva da saúde mental

Lidiane Malanquini – Rio de Janeiro – Brasil

Redes da Maré: A Atuação das Redes de Governança Local em Territórios Vulneráveis

Maria Guadalupe Aguirre – Buenos Ayres – Argentina

CAF Banco para o Desenvolvimento da América Latina e Caribe.

Perspectiva sobre Gênero e Segurança.

PAINEL: CPTED EM PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO

Manjari Khanna Kapoor – New Delhi – Índia – ICA India President.

Comunidades Homogêneas vs Heterogêneas – Papel da Cultura e da Socioeconomia no CPTED.

Tinus Kruger – Pretória – África do Sul – ICA International VP.

CPTED na África do Sul

WORKSHOP – NUVEM DOS SONHOS

Macarena Rau Vargas – Santiago – Chile – ICA Iternational President.

Olga del Riego – Puente Alto – Chile.

Exposição e Análise CPTED dos desenhos elaborados pelas crianças de Paraisópolis, São Paulo.

PAINEL: TERRITORIOLIDADE E PERTENCIMENTO

Randy Atlas – Florida – USA – Florida Atlantic University College of Architecture.

CPTED: Construindo o Consenso e o Senso de Comunidade.

Silvio Figueiredo & Sophia Rachid – Guarulhos – São Paulo – Brasil.

Regularização fundiária como instrumento da formalização e desenvolvimento dos territórios urbanos.

Maher Magrabi – Sidney – Austrália.

CPTED e Cidades Seguras em tempos de I.A.

PAINÉL: NEUROURBANISMO/ PROTEGENDO A SAÚDE MENTAL

Olga Gonzales Del Riego – Puente Alto – Chile.

Gestão Municipal Implementando CPTED Terceira Geração em Puente Alto – CHILE.

Andréa de Paiva – São Paulo – Brasil

Neurourbanismo. Como projetar cidades protegendo a saúde mental das pessoas.

PAINEL: CPTED DESENVOLVIMENTO PARA O FUTURO

Mateja Mihinjac – Eslovênia – ICA Executive Director.

O Futuro do CPTED

Megan Davidson & Barry Davidson – Calgary – Canada.

Construindo além do teórico: criando a ponte entre o antigo e o novo CPTED.

PAINEL: CPTED STANDARDS E RESTRIÇÕES URBANAS

Mercedes Escudero – Cidade do México – México – ICA International Director.

Segurança desde o projeto com o padrão ISSO 22341 CPTED e sua implementação no México.

Victor Carvalho Pinto – Brasília – Distrito Federal.

O direito urbanístico na promoção de cidades mais seguras.

PAINEL: POLICIAMENTO E MOBILIDADE URBANA

Isângelo Senna da Costa – Brasília – Distrito Federal.

Ninguém está seguro: efeitos do CPTED sobre o medo pessoal e altruísta do crime.

Elder Emilio Vargas Díaz – Cidade da Guatemala – Guatemala.

CPTED – Programa Bairros Prósperos.

Sérgio Avelleda – São Paulo – Brasil.

Mobilidade Urbana como Fator Contribuinte para a Segurança Pública.

PAINEL: CPTED EM BRASÍLIA E TERRITÓRIOS PARA A PAZ.

Jasiel Tavares Fernandes, Tainá M. Bucar, Paula F. de Souza Lima – Brasília – Distrito Federal.

A integração de políticas públicas de segurança e a aplicação do CPTED pela Secretaria de Segurança Pública para a prevenção criminal no Distrito Federal.

Ricardo Balesteri – Belém do Pará – Pará – Brasil.

Territórios pela Paz: A saturação social como ação contra a violência.

PAINEL: CITECHNOLOGIES – Tecnologias para Cidades.

Chen Chilad – São Paulo – Brasil

Programa Olhos Eletrônicos nas Ruas

Daniel de Barros Ardito – São Paulo – Brasil

A Importância do CPTED para o Planejamento de Segurança Corporativa.

Louise Cardoso, Myrian Castello, Laura Bortolo – Minas Gerais – Brasil.

Safecity: capacitando cidades mais seguras por meio de dados e tecnologia de crowdsourcing.

PAINEL: PROJETANDO; PREVENINDO E COMBATENDO O CRIME.

Marcy J.C. Verde – São Paulo – Brasil.

Segurança em um Projeto Arquitetônico, sob o Prisma do CPTED 1G/2G.

Murilo Cavalcanti – Recife – Pernambuco – Brasil.

O Caso Compaz: Redução da Violência em Territórios Altamente Vulneráveis.

João Henrique Martins – São Paulo – Brasil.

O Círculo Vicioso do Crime no Contexto Brasileiro.

PAINEL: CPTED PROJETANDO E RECUPERANDO TERRITÓRIOS.

Elisabeth Miller – Canada.

Os planejadores não praticam a prevenção do crime – Planejar é a prevenção do crime.

Glaucus Renzo Farinello – Cidade de Santos – São Paulo – Brasil

Como fornecer moradias dignas considerando as abordagens CPTED no projeto.

Casos Valongo e Palafitas

Audrey Kleys – Cidade de Santos – São Paulo – Brasil

Populações em Situação de Rua – Housing First.

SAFE CITIES – AS ESTRATÉGIAS DAS CIDADES PARA REDUÇÃO DO CRIME URBANO.

AGUARDEM NOVAS INICIATIVAS CPTED BRASIL

Notícias Relacionadas

Destaque

Pumatronix lança ITSCAM 450+ com foco em estacionamentos e pedágios

A Pumatronix, uma das principais fabricantes nacionais de equipamentos para monitoramento de trânsito e sistemas de transporte inteligente (ITS), anuncia…

Destaque

Nova câmera de sensor duplo oferece 4K a 30 fps e suporte para analíticos de IA

A Axis Communications anuncia uma câmera multidirecional de sensor duplo projetada para excelentes panorâmicas de ângulo amplo e cobertura detalhada…

Destaque

Menino autista de 8 anos realiza sonho de conhecer câmeras de monitoramento do DF

Diagnosticado com transtorno do espectro autista aos 6 anos, Isaque tem hiperfoco em câmeras. Após postar vídeo na internet, ele…