Artigo: Importância da segurança física em ambientes de missão crítica

Imaginem as consequências para uma empresa de telefonia ou provedor de internet, caso perdessem dados de seus clientes? O que aconteceria se o datacenter de um grande banco, ficasse horas sem funcionar? Pensem na situação crítica que uma grande cidade viveria se os computadores do sistema de transporte simplesmente parassem? Para a grande maioria das empresas, o uso de sistemas computacionais é imprescindível para a manutenção do negócio e se caso ocorra alguma falha, desastre natural ou qualquer outro tipo de ocorrência que tenha consequência a perda de dados importantes, a empresa pode simplesmente falir. Para evitar esse tipo de transtornos, tais empresas estruturam seus prédios e sistemas como sendo um ambiente de missão crítica.

A missão crítica é o termo utilizado para a disponibilidade de aplicações, serviços e processos, dos quais a paralisação ou perda de dados importantes poderiam gerar transtornos, não apenas financeiros, mas também sociais. Normalmente para isso, uma série de equipamentos e tecnologias são aplicadas ao ambiente, visando inclusive a tolerância a falhas, alta disponibilidade, escalabilidade e interoperabilidade. Os segmentos que mais utilizam estes ambientes são bancos, provedores, telefonia, agência de governo, educação e saúde, onde todos os dados destes segmentos são armazenados e processados em salas chamadas de datacenter.

Nos dias atuais é muito comum escutarmos que uma empresa ou prédio possui um datacenter, e a principal forma de como inserir ou criar procedimentos de segurança para este tipo de ambiente é condicionada em camadas. Há cinco camadas de segurança dentro de um datacenter:

Em cada uma destas camadas são provisionados equipamentos de segurança e barreiras, para garantir a integridade do local, como vemos a seguir:

Objetivo da segurança física em ambientes críticos

O objetivo geral da abordagem de camadas para a segurança física em ambientes de missão crítica é Detectar, Impedir, Defender, Atrasar e Bloquear uma invasão. Para obter uma melhor proteção e ter um sistema de segurança eficaz para um ambiente crítico, todos os sistemas de segurança física como intrusão, controle de acesso, detecção e alarme de incêndio, video vigilância, sonorização, sistema de automação predial, entre outros, devem estar integrados entre si para que possam interagir e responder apropriadamente a uma situação de risco.

Muitas organizações na hora de desenvolverem seus projetos de missão crítica, focam seus investimentos apenas na segurança lógica, afim de manter protegido e íntegro dados que ali são armazenados e processados. Entendo que este seja um fator certamente importante, mas a segurança física é um item primordial para a proteção do edifício onde estão condicionados os equipamentos, a fim de garantir a identificação das pessoas que por ventura venham a acessar as salas onde estes dados são armazenados e processados. Projetos para estes tipos de ambientes são estabelecidos por normas e padrões de orgãos e institutos nacionais e internacionais, portanto, fiquem atentos e tomem cuidado em estabelecer as melhores práticas em seus projetos para estes tipos de ambientes, lembrando que a segurança física, por maior que seja o investimento, é um item essencial em um ambiente de missão crítica.

Alexandre Santos
Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Santa Cecília em Santos. Possui mais de 15 anos de experiência como engenheiro no desenvolvimento e na integração de grandes projetos para segurança física, automação predial, sistemas de automação em transporte e logística. Ocupou vários cargos de engenharia em empresas multinacionais e nacionais. Atualmente exerce a função de Engenheiro de Soluções Tecnológicas na multinacional Anixter.

Notícias Relacionadas

Artigos

Segurança nas empresas e a frequente realidade do cada um por si

Por Paulo Murata Recentemente, a sede da TV Cultura, em São Paulo, foi invadida por assaltantes armados e funcionários foram…

Destaque

Americanet é a responsável pelo projeto Cidade Inteligente, de São José dos Campos (SP)

A Americanet assinou contrato sobre a implantação da solução Cidade Inteligente (SCaaS – Smart City as a Service) com a…

Segurança Eletrônica

Came apresenta linha de automatizadores de portões pensada para todas as necessidades

Pensando em todas as necessidades de segurança, desde grandes indústrias até residências, a Came do Brasil – empresa de origem italiana…