Análise de vídeo auxilia os serviços de saúde durante a pandemia da COVID-19

Por Andrei Junqueira

A pandemia em 2020 transformou nossas vidas, a forma como as pessoas interagem e a maneira de fazer negócios. Mas nem tudo é negativo: essa situação demonstrou novamente que o ser humano é resiliente por natureza. Da mesma forma, a tecnologia continua sendo a chave para avançar mesmo diante das adversidades.

Consequentemente, a análise de vídeo, a cibersegurança, a Internet das Coisas (IoT), o aprendizado profundo e a computação em nuvem serão essenciais para atingir os objetivos das empresas à medida que os países começam gradualmente a retomar suas atividades produtivas.

A aprendizagem profunda e os serviços de saúde

O software de análise de vídeo pode avaliar cada quadro e identificar possíveis problemas à medida que ocorrem, possibilitando que as equipes dos hospitais adotem melhores decisões com mais informações. O aprendizado de máquina utiliza algoritmos para descobrir padrões e gerar informações a partir de dados de vídeo.

O aprendizado profundo (deep learning), um subcampo mais avançado do aprendizado de máquina, utiliza capacitação repetitiva baseada em exemplos para ensinar ao software de análise de vídeo como identificar padrões, classificar informações e prever os comportamentos da vigilância por vídeo.

A tecnologia de vídeo também tem o potencial de notificar as enfermeiras se os curativos de um paciente não foram substituídos ou se um paciente no leito precisa de assistência. Além disso, a análise de vídeo pode alertar as equipes do hospital em casos de quedas de pacientes; isso ao distinguir entre o movimento de alguém deitado em uma cama ou sentado no chão.

Ao avaliar os padrões de comportamento dos pacientes em diferentes locais do hospital e horários do dia, essas análises podem melhorar a produtividade dos colaboradores, proporcionando informações precisas sobre a localização das equipes, em relação aos locais com mais ocorrências de demandas e atividades. Isso pode ajudar os administradores dos hospitais a potencializar ao máximo os recursos e contribuir para o aprimoramento dos procedimentos de emergência.

Em outras palavras, além de auxiliar as equipes médicas a aperfeiçoar o atendimento aos pacientes, a análise de vídeo também pode aumentar a eficiência nos centros médicos, e isso representará uma importante contribuição para as crises de saúde que poderão ocorrer após essa pandemia.

É possível prestar um serviço responsável e seguro durante uma crise?

Neste ponto, é fundamental destacar que as empresas devem assumir a responsabilidade social com relação à proteção de dados dos usuários. Daí a importância de cumprir as diretrizes do GDPR (Regulamento Geral de Proteção de Dados). Os fornecedores de tecnologias são os principais interessados em implementar todos os requisitos da segurança cibernética e promover a prática de não compartilhamento de dados pessoais. A confiança dos parceiros é muito importante, e por essa razão é necessário zelar pelas informações com muita responsabilidade, especialmente em tempos de crise como os atuais.

Uma alternativa para tudo isso que está ocorrendo atualmente é a utilização de ferramentas adequadas. Por exemplo, com relação ao cloud (serviços em nuvem), as soluções on-line podem ser oferecidas, garantindo que os clientes acessem os conteúdos sempre de forma segura.

Anteriormente, já haviam iniciativas de vídeo em nuvem, mas como tudo no segmento das tecnologias, elas evoluíram através do aprendizado. Agora, o mercado encontra-se num momento onde a inovação pode contribuir para proporcionar melhores serviços, e essa é a direção, especialmente na área de vídeo que continua avançando até a maturação dos diferentes serviços oferecidos aos clientes.

A análise de vídeo, a IoT e o aprendizado profundo devem proporcionar melhores soluções e fortalecer as ações humanas. Por sua vez, a temática do cloud deve converter-se nessa plataforma que contribua para proporcionar soluções acessíveis, mais flexíveis e que possam ser instaladas, modificadas ou atualizadas de forma econômica e sustentável.

Analisar e prognosticar para entender qual é o caminho a seguir

As variáveis servem para prognosticar o que pode ocorrer no futuro e assim, evitar muitas situações indesejadas. Daí a importância de vincular todos os tipos de dispositivos, sensores, câmeras, smartphones e automóveis para correlacioná-los e criar novos parâmetros.

Em 2020, o mercado já vem oferecendo placas de vídeo com processadores capazes de calcular muito mais informações, num crescimento exponencial, pois a análise de vídeo vai se converter nessa avaliação preditiva de parâmetros como as características faciais, gênero e, dessa forma serão criadas reações preventivas face às situações que essa tecnologia está identificando.

Vivemos atualmente em tempos dinâmicos, flexíveis e a compreensão dos usuários requer treinamento constante. Deve-se garantir que disponham de informações atualizadas sempre em primeira mão e, dessa forma estejam melhor preparados no momento de prestar seus serviços, entendendo a direção em que se orienta o mercado, com destemor para enfrentá-lo e continuar avançando com ele.

Andrei Junqueira
Channel Business Manager da Milestone Systems para o Brasil.

Notícias Relacionadas

Destaque

Grupo Prosegur lança solução de custódia de ativos digitais para mercado corporativo

O Grupo Prosegur lançou uma solução abrangente de gestão e custódia de ativos digitais chamada Prosegur Crypto. O serviço é…

Destaque

Intelbras realiza live para profissionais de segurança eletrônica

A Intelbras realiza no dia 24/11 um evento on-line exclusivo para profissionais de segurança eletrônica. Essa edição do future.now on-line terá…

Artigos

Dados são o novo petróleo! O que você tem feito com os seus dados?

Por Christian Visval e Fernando Só e Silva Estamos todos inseridos na denominada “revolução industrial 4.0” ou até melhor, na…