Alarm.com chega ao Brasil e começa a credenciar representantes

Por Fernanda Ferreira

A americana Alarm.com, plataforma que integra alarme, câmeras e automação, realizou o lançamento do seu produto no Brasil nos dias 26 e 27 de janeiro no Hotel Golden Tulip. Ao todo, 65 representantes do mercado de segurança eletrônica estiveram presentes. O objetivo do evento foi apresentar o modelo do negócio, as estratégicas comerciais e realizar a demonstração prática da plataforma.

Também foi apresentado aos convidados a empresa Núcleo Consultoria como a Master Dealer da Alarm.com no país. Por meio dela todos os interessados poderão se cadastrar para serem representantes e comercializar o produto. Durante o evento, a Núcleo registrou 12 representações, o que marca a chegada da Alarm.com em 8 estados brasileiros: Amazonas, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Goiânia, Rio de Janeiro e São Paulo.

“Nossa meta para 2017 é credenciar até três empresas por cada estado. Também iremos monitorar a questão da qualidade, da representação e atingir a classe A e B, que é o público que deseja ter um sistema de alarme com alto grau de confiabilidade e profissionalismo”, disse Igor Pipolo, consultor de segurança e CEO da Núcleo Consultoria.

Para encerrar o evento, Marcos Sousa, um dos maiores palestrantes de venda da área de segurança eletrônica, falou sobre os desafios e oportunidades da Alarm.com, estratégias de venda e posicionamento da marca no Brasil.

Sobre a Plataforma
Com a plataforma é possível fazer o monitoramento residencial e comercial por vídeo (ao vivo ou gravações de segurança salvas); controlar remotamente os principais pontos de acesso como fechaduras e portas de garagem; administrar os gastos com energia (termostato e luzes); transmitir alertas via e-mail e mensagens de texto; entre outros serviços. Todas as soluções são integradas, e podem ser gerenciadas de forma remota via smartphone, tablet ou computador.

Para melhor segurança, toda a conexão é dedicada, dessa forma, mesmo que a linha telefônica seja cortada, a Internet desconectada ou ocorra falta de energia elétrica a plataforma continuará protegida e conectada.
“Nosso objetivo é fazer com que as empresas de monitoramento, que são os nossos clientes, entendam que essa nova tecnologia é muito mais eficiente, segura e confortável para o usuário, porque ele passa a interagir com uma série de ações que antes ele não tinha”, explica Igor.

Notícias Relacionadas

Destaque

PositivoSEG orienta empresas que pretendem investir em segurança eletrônica e não sabem por onde começar

Diretor de IoT, José Ricardo Tobias elenca cinco passos iniciais que vão garantir uma escolha inteligente para proteger os ativos…

Destaque

LogPlace inicia transporte de cargas de alto valor em parceria com a TBForte

O lançamento do serviço foi marcado por uma homenagem ao piloto Ayrton Senna com transporte do capacete utilizado em 1988…

Cases

Lotérica reduz custo na gestão de numerário e zera perdas com cofre inteligente

Cansado de assaltos e de perder horas do dia fazendo a contagem das cédulas, o empresário José Eduardo Nogueira de…