Aeroporto com arquitetura incomum instala câmeras panorâmicas da Bosch para realizar a segurança da instalação

Os edifícios do novo aeroporto, bem como do hotel anexo, estão equipados com sistemas de segurança personalizados, fornecendo vigilância por vídeo de alta resolução, alarmes de voz digital e dispositivos de conferência protegidos. A tecnologia inteligente garante segurança e conforto para passageiros e pessoal e transforma o Aeroporto Internacional de Chengdu Tianfu em um aeroporto inteligente

Quando, em 2001, o totem Golden Sun Bird foi recuperado das Ruínas de Jinsha na cidade de Chengdu, província de Sichuan, China, não demorou muito para que a megacidade em expansão adotasse o antigo artefato como seu logotipo oficial.

Agora, os ícones cintilantes da crista foram referenciados nos edifícios do terminal do novo Aeroporto Internacional de Chengdu Tianfu da China, definido para se tornar um movimentado centro de transporte – o segundo atendendo a cerca de 81 milhões de residentes da província de Sichuan, colocando Chengdu ao lado de Pequim e Xangai como um dos três locais no país com vários aeroportos internacionais. O curioso desenho do aeroporto, entretanto, gerou uma série de desafios para tornar o Chengdu Tianfu operacional.

A fachada inclinada dos edifícios foi a primeira a apresentar um desafio de design único. Todos os aeroportos contam com videovigilância para garantir a segurança dos passageiros e do aeroporto, mas a altura dos tetos dos terminais significava que, devido à sua distância, as câmeras de segurança tradicionais eram inadequadas, fornecendo imagem de baixa qualidade e instaladas em ângulos de visão complicados, incapazes de capturar imagens completas.

Para um aeroporto que espera receber 90 milhões de passageiros por ano, uma qualidade de imagem clara e rastreamento preciso são necessários para monitorar o grande número de pessoas em trânsito nos terminais, portanto, era necessária uma solução diferente para as câmeras tradicionais.

Uma solução personalizada precisaria se adequar às qualidades de design de interiores dos edifícios, bem como fornecer imagens de vigilância claras, então o aeroporto recorreu à linha de câmeras panorâmicas da Bosch, aninhando-as em painéis de informações ou ocultando os dispositivos nas paredes dos edifícios do terminal e tetos altos.

Com cada câmera capaz de monitorar um raio de semicírculo a 25 metros e uma distância correspondente de 25 metros e ângulo de visão de 180 graus, o novo sistema significava que o aeroporto poderia instalar muito menos câmeras em comparação com um método mais tradicional, enquanto aumentaria os recursos de monitoramento da instalação.

Na verdade, a abordagem inovadora levou o aeroporto a instalar apenas 1 mil câmeras panorâmicas, 75% menos do que seria necessário para um projeto semelhante dessa escala, reduzindo os custos graças ao menor número geral de dispositivos, bem como despesas associadas de fiação, instalação e pessoal de segurança.

Além disso, as câmeras são construídas de forma que apenas uma lente seja necessária para gerar uma imagem panorâmica nítida e confiável.

As câmeras panorâmicas costumam ter quatro sensores, que podem distorcer a qualidade da imagem, portanto, os recursos de detecção superiores, bem como a cor e o brilho aprimorados dos dispositivos da Bosch, foram outro ponto de venda.

E com seu exterior elegante, as câmeras eram a solução perfeita para fornecer um sistema de segurança incomparável ao mesmo tempo que atendiam aos requisitos estéticos do interior dos edifícios.

Outro desafio do projeto do aeroporto foi o aspecto acústico. Devido ao design interior dos edifícios do terminal que ostentam muitos painéis de vidro, colocar os alto-falantes dentro das instalações sem levar em consideração a acústica poderia facilmente gerar reflexão do som, distorção e comunicados inaudíveis aos passageiros.

Para resolver isso, a equipe de projeto fez uso de um software de simulação acústica para determinar o posicionamento preciso de alto-falantes e matrizes de áudio.

Por fim, o aeroporto decidiu instalar 9 mil alto-falantes para abranger 700 zonas de transmissão, todas integrados ao Sistema de sonorização digital e alarme por voz PRAESIDEO a fim de garantir clareza de fala, não importando onde os passageiros estejam dentro do complexo.

Além disso, os aeroportos são locais excepcionalmente movimentados, barulhentos e com muito tráfego. Para complexos tão grandes como Chengdu Tianfu, que tem uma rede de escritórios de apoio para os funcionários, bem como um hotel de aeroporto anexo, transmitir os comunicados certos para as pessoas certas é fundamental.

Mas com o Sistema de Sonorização Digital e alarme por voz PRAESENSA instalado no hotel, os comunicados são direcionados aos passageiros corretos conforme a necessidade durante sua estadia.

No caso dos escritórios do aeroporto, onde são realizadas conferências confidenciais, o Sistema de Conferências DICENTIS Wireless protege os dados de áudio com algoritmos de criptografia.

Notícias Relacionadas

Destaque

Intelbras lança serviço para monitoramento de bebês e crianças

Babá Pro, nova função das câmeras da linha Mibo Cam, traz segurança e comodidade para acompanhar o dia a dia…

Destaque

Milestone Systems contrata novo diretor de vendas para América Latina

Como parte da equipe de liderança executiva para as Américas, Mauricio Swain atuará em alinhamento com essa região para dimensionar…

Destaque

Motorola Solutions adquire a Videotec, provedora de soluções robustas de segurança em vídeo

A Motorola Solutions anunciou a aquisição da Videotec S.p.A., fornecedora global de soluções robustas de segurança em vídeo, com sede…