A tecnologia como aliada da segurança nas escolas

Por Leandro Eustáquio

Hoje, mais do que nunca, a segurança é um critério prioritário para os pais na busca da escola ideal para seus filhos. Com o aumento no número de matrículas registrado no último ano, torna-se essencial aplicar medidas efetivas para garantir a proteção de alunos, professores e funcionários no ambiente escolar.

De acordo com a pesquisa do Censo Escolar 2022, coordenada pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), as escolas privadas registraram um aumento de 10,6% no número de matrículas no fim 2022. Com o fim da pandemia do Covid-19, a expectativa do mercado para 2023 é que a quantidade de crianças e jovens matriculados seja ainda maior. Dessa forma, é muito importante que as instituições de ensino considerem ações de reforço na segurança de seus espaços físicos.

Segurança contra invasores

Soluções tecnológicas como sensores, equipamentos de videomonitoramento e controle de acesso são essenciais para evitar ou mitigar situações de risco. Um sistema de sensores, por exemplo, pode detectar movimentações em horários e áreas não permitidos, emitindo um sinal de emergência e alertando os responsáveis pelo local.

Aliadas aos sensores, as câmeras de segurança (CFTV) auxiliam no monitoramento de tudo o que acontece dentro e nos arredores da escola. Com a inteligência perimetral, é possível diferenciar acontecimentos cotidianos de comportamentos suspeitos e potenciais ameaças, por meio do recurso de cercas virtuais.

Inteligência artificial

Ao estabelecer medidas claras, como horários de entrada e saída, restrições de circulação em áreas específicas e uso de uniformes, as escolas podem aproveitar a IA das câmeras e por meio do software Defense IA, da brasileira Intelbras,  gerenciar de uma forma rápida e fácil a busca forense. Essa tecnologia identifica rapidamente situações fora do padrão, como a presença de pessoas não uniformizadas ou portando objetos incomuns no ambiente escolar, circulação anormal ou aproximação suspeita de indivíduos, além de detecção de número anormal de pessoas em uma mesma área ou região.

Para as entradas e saídas das escolas, as câmeras com a função LPR podem ser utilizadas para ler placas de veículos e identificar se estão ou não cadastrados, além disso é possível abrir cancelas automaticamente para os veículos autorizados, agilizando o processo de entrada e saída do local. Isso acaba com o compartilhamento de adesivos ou tags entre pessoas, aumentando a segurança.

No acesso de pedestres, é possível ir além das catracas tradicionais e utilizar um sistema de controle de acesso por cartões ou reconhecimento facial, método mais rápido, preciso e eficiente contra fraudes. Além disso, o Defense IA permite o gerenciamento unificado de equipamentos de segurança eletrônica, controle de acessos, alarmes de intrusão e de incêndio.

Proteção interna e combate a incêndios

Quando pensamos em segurança, é comum esquecermos de questões que vão além da simples prevenção de invasões ou controle de acessos. Garantir a proteção dos alunos implica evitar riscos de todos os tipos de acidentes assegurando um ambiente seguro e de baixo risco, apoiado por sistemas eficientes de prevenção e alarmes.

Além da entrada principal, algumas áreas internas também podem apresentar riscos aos alunos, como piscinas, cozinhas e laboratórios. Nesses locais é fundamental restringir o acesso a pessoas autorizadas. Uma solução eficaz é instalar um sistema de controle de acesso, como fechaduras digitais, para assegurar que somente pessoas autorizadas acessem a área.

Certificar-se de que sensores e alarmes de incêndio estejam funcionando perfeitamente também é fundamental num ambiente escolar. Uma pesquisa organizada pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) em parceria com o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) revelou que em outubro de 2022, 88,82% das escolas da rede pública estavam com o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) fora do prazo de validade.

Na hora de escolher os componentes de um sistema de segurança, é importante lembrar que equipamentos como centrais de alarme, acionadores manuais, detectores, sinalizadores e iluminação de emergência também são fundamentais. Em situações de incêndio ou falta de energia, a presença de iluminação adequada ao longo das rotas de fuga permitirá uma evacuação segura e sem contratempos.

Tranquilidade para todos

São inúmeras as vantagens que os sistemas de segurança podem oferecer às instituições de ensino. Entre elas, destaca-se a promoção de um ambiente mais seguro, criando um clima favorável à aprendizagem e ao desenvolvimento dos

alunos. Além disso, a utilização de tecnologias avançadas, como a inteligência e reconhecimento facial, torna a gestão da escola mais prática e eficiente.

Para os pais, as soluções de segurança podem proporcionar ainda mais tranquilidade, pois possibilitam, por exemplo, permitir que os responsáveis acompanhem em tempo real as atividades de seus filhos nas dependências da escola. Isso pode ser feito por meio de aplicativos de monitoramento, que podem ser acessados pelo smartphone.

É claro que, além das soluções tecnológicas, é essencial estabelecer protocolos claros de segurança e promover a colaboração entre funcionários, pais e alunos. Somente com uma abordagem ampla, que combina tecnologia, protocolos adequados e envolvimento da comunidade escolar e do governo, podemos garantir um ambiente seguro e propício ao aprendizado e desenvolvimento dos alunos nas escolas brasileiras.

Leandro Eustáquio
Gerente do segmento de CFTV IP da Intelbras, empresa brasileira de capital aberto (INTB3) com 47 anos de história, é referência em todo o Brasil nos segmentos de segurança, comunicação e energia.

Notícias Relacionadas

Destaque

Exposec 2024 é o maior palco das novas tecnologias em segurança pública e privada na América Latina

Maior feira internacional de segurança da América Latina acontece de 4 a 6 de junho, no São Paulo Expo; organização…

Destaque

Dahua Technology anuncia primeiro vice-presidente para operação Brasil

Francisco Menezes, com quase 20 anos de experiência na Huawei, assume vice-presidência da Dahua para ampliar novos negócios e vendas…

Destaque

Monitoramento veicular alerta para fadiga e uso de celular 

Sistema analisa imagens no interior da cabine e emite alertas para motorista e gestor de frotas Imagine um sistema de…