A presença da IoT nas integrações de dispositivos

A expectativa entre os profissionais de TI é grande quando se fala em novas tendências. Sempre vem na mente perguntas como: “Quais tendências tecnológicas teremos nesse ano?”, “Que tipo de integração teremos?”.

Pesquisas em IoT (Internet of Things), tecnologia embarcada de analíticos em câmeras de segurança e o fornecimento de resoluções em 4K, vem ganhando espaço como melhores investimento atualmente para os dispositivos de segurança eletrônica. Diante da possibilidade em aplicar analíticos de identificação de face, junto com analíticos de movimento e resoluções em 4K, as organizações estão fornecendo aos seus operadores a facilidade de trabalho e o aumentando da acurácia através da análise da cena.

Diante de um mercado que necessita de integração nas soluções, surgiu a IoT, que vem ganhando espaço no cenário de desenvolvimento. Sua aplicação ainda é restrita e muito ainda precisa ser melhorado para existir uma integração eficaz, pois diversos dispositivos possuem limitação na comunicação de dados e não existe ainda uma linguagem homogenia, tornando assim um desafio constante da IoT para um futuro próximo.

Analíticos em câmeras de segurança vem ganhando um grande espaço no mercado tecnológico, gigantes como Axis, Hikvision, Dahua, Pelco, Intelbras lançam constantemente atualizações que fazem com que seus dispositivos fiquem mais inteligentes. Em alguns casos, dispositivos de uma organização, como catracas, lâmpadas, sensores, necessitam de algo inteligente para um aproveitamento mais dinâmico e de uso eficiente. Um exemplo é o uso de arduino [2] para fazer essa integração, uma combinação de Shields faz com que um arduino receba sinais elétricos e digitais e mande comandos via rede TCP/IP para uma determinada ação dos dispositivos integrados. Por se tratar de um circuito integrado com ótimo custo benefício, tem se tornado um ótimo investimento de estudo.

E o que dizer dos investimentos de IoT em RFID? Recentemente a Amazon Go [3] lançou um novo conceito de compras que o usuário não pega “filas”, tampouco enfrenta um caixa para fazer o pagamento, tudo é realizado através de RFID. Isso é realidade. E se a tendência for que nossas autenticações dentro de uma organização sejam feitas todas via RFID? Seja para acessar um determinado ambiente ou para acessar nossas contas bancárias e até fazer compras! Isso é IoT em seu pleno uso.

Referências
[1]
UOL. Disponível em <http://virgula.uol.com.br/geek/sony-cria-patente-de-lente-de-contato-capaz-de-gravar-videos-e-movida-a-piscar-de-olhos/#img=1&galleryId=1036900> Acesso em 17 fev 17.
[2] Arduino. Disponível em <https://pt.wikipedia.org/wiki/Arduino> Acesso em 09 maio 17.
[3] Amazon Go. Disponível em <https://www.amazon.com/b?node=16008589011> Acesso em 16 jan 17.


Leandro Cavalcanti de Santana
Consultor de Projetos da Avantia Tecnologia e Segurança
leandro.santana@grupoavantia.com.br
https://br.linkedin.com/in/leandro-cavalcanti-98152b128

 

Notícias Relacionadas

Destaque

Polícia Federal deve iniciar fiscalização a bancos após 1 ano da publicação da portaria sobre segurança privada

Neste mês, completa um ano desde a publicação da portaria que regulamenta iniciativas para aumentar a segurança da população, empresas…

Destaque

Auvo Lança Auvo Chat na Exposec 2024: Inovação em Comunicação para o Setor de Segurança Eletrônica

A Auvo, plataforma completa de gestão para equipes externas, confirma presença na Exposec 2024 e apresenta uma inovação ao público…

Destaque

Aeroscan e Performancelab na Exposec: onde a segurança e a eficiência se encontram

É com essa mensagem que Aeroscan e Performancelab juntas na Exposec reafirmam a integração de suas plataformas para aumentar o…