A Associação Latino Americana de Segurança anuncia os vencedores do prêmio ALAS 2017

A ALAS (Associação Latino Americana de Segurança) anunciou a lista de vencedores do concurso ALAS  – Segurança na América Latina 2017. O prêmio tem o objetivo de reconhecer os melhores projetos de segurança na América Latina e no Caribe e incentivar a criatividade e a inovação tecnológica. As empresas competem em duas categorias: projetos públicos – aqueles destinados a proteger pessoas, veículos e espaços dos órgãos governamentais; e projetos privados – que protegem pessoas, bens, veículos e locais de empresas ou organizações privadas.

Foram recebidos mais de 50 projetos de todos os cantos da América Latina (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Peru, República Dominicana e Venezuela), avaliados por seis jurados, que tiveram que decidir quais resultaram em maior impacto sobre a segurança das pessoas.

Os vencedores terão os seus cases de sucesso apresentados durante a Cúpula Gerencial ALAS que será realizada nos dias 26 e 27 de julho em Miami, nos Estados Unidos. Todos os vencedores serão premiados durante a cerimônia de premiação.

Na categoria “Projeto Público”, o vencedor foi o case “Serviço Integrado de Segurança ECU 911”, realizado em Equador. Em segundo lugar ficou o projeto “Instalação de sistemas de detecção e alarmes de incêndio, CCTV, intrusão, controle de acesso e combate a incêndios centro de logística de aviação do Exército Nacional da Colômbia” da empresa  TECSES – Soluções de Tecnologia e Engenharia de Suprimentos S.A.S. da Colômbia. E em terceiro lugar, também do Equador, o case “PAWAWAR”.

Na categoria “Projeto Privado” deste ano, houve um cenário complexo uma vez que dois projetos receberam a mesma pontuação para reivindicar a terceira categoria. Neste caso, os dois participantes serão premiados. O primeiro lugar ficou para a empresa TechnoAware do Brasil, com o case “A solução para o impacto social e as mortes dos meninos do trem”. Em segundo, o projeto “Sistema de Alarme e Detecção de Incêndio para o Edifício Torre Diana” da Asintelix do México; em terceiro, um projeto da empresa panamenha Sicon “Panama Pacific” e também em tereceiro lugar, o case “Kansas City Southern Security Operations Center”, projeto realizado em Kansas City Southern, no México.

Saiba mais sobre o prêmio ALAS, acessando: http://alas-la.org/premios-alas/

Notícias Relacionadas

Destaque

Intelbras lança central de alarme de incêndio endereçável com possibilidade de configuração via Wi-Fi

O produto produzido no Brasil oferece maior facilidade de uso, custo-benefício e segurança A Intelbras, empresa brasileira desenvolvedora de tecnologias…

Cases

Avantia, WeSafer e Farah Service entregam modelo de videomonitoramento inteligente para a Ciclovia Franco Montoro, na capital paulista

A Avantia e a WeSafer, unidade digital independente especializada em inteligência artificial, fecham parceria com a Farah Service – concessionária…

Destaque

Após um ano de uso de câmeras em uniformes, mortes por policiais caem 80%

As mortes cometidas por policiais militares despencaram em 19 dos 131 batalhões do estado de São Paulo um ano depois…