A ascensão do mercado de Controle de Acesso

Por André Dini

Venho acompanhando há algum tempo, uma expansão mais significativa no mercado de Controle de Acesso, em nosso país.

O que antes era uma dúvida, se os projetos precisariam ou não de Controle de Acesso, hoje a dúvida é qual tecnologia será empregada.

Muitos empreendimentos, já em seus projetos, dimensionam toda estrutura necessária para a implantação do controle de acesso como tubulações, alimentação elétrica, lógica de dados, nobreaks, espaçamento de portões e cancelas entre outros.

E engana-se quem pensa que controle de acesso está ligado apenas ao controle de aberturas de portas e portões, um bom projeto de controle de acesso precisa também prover de um estudo de impacto aos usuários, do dimensionamento dos horários de picos de movimentação, rotas de fugas, estrutura de comunicação, backup de dados etc. Além disso, é necessário entender o tipo de cliente, suas demandas, suas necessidades e suas expectativas.

Desenvolver um projeto de controle de acesso, envolve ao menos 3 importantes segmentos a serem interligados:  a elétrica, eletrônica e mecânica, tudo isso compilado e gerido por placas controladoras (modelo mais utilizado no mercado global), ou diretamente através de softwares e aplicativos.

O uso de tecnologias mais recentes, pode ser um aliado para alguns casos, mas talvez um problema em outros casos, por exemplo, um sistema baseado exclusivamente no uso de smartphones e aplicativos, pode não ser prático para todo perfil de usuário nas mais variadas idades. Já um projeto mais simples, como teclados ou até mesmo interfones com senha numérica, pode baixar o nível de segurança e comprometer todo o projeto.

Câmeras com tecnologia de análise de dados embarcada, câmeras com leituras de placas veiculares (LPR em inglês), com leitura facial, são complementos bem-vindos e aumentarão a eficácia e principalmente a segurança do projeto.

Estima-se que o mercado global de controle de acesso, deva crescer até o ano de 2031 6,7% CAGR, ou taxa de crescimento anual composto em português, alcançando a quantia de U$14,9B, segundo publicação do Business Research Insights. Este crescimento está alinhado ao aumento de demanda principalmente no ciclo pós pandemia, introdução de novas tecnologias e serviços, a entrada de novos concorrentes e o aumento constante no nível de segurança mundial.

No Brasil, o crescimento médio esperado é um pouco maior que a projeção global, com destaque para serviços e softwares que devem superar esta estimativa. A adoção de novos equipamentos e soluções, o desenvolvimento sustentável das variações das portarias remotas e a adoção de novos protocolos de segurança em indústrias, comércio, hospitais e escolas devem ser os impulsores deste crescimento.

E este crescimento esperado no país só não é maior, pois, hoje esbarra em um obstáculo que acompanhamos há tempo, a capacitação técnica de profissionais aptos a desenvolver, projetar, instalar e trabalhar com o sistema de controle de acesso.

Hoje temos muitas empresas que cuidam e são especialistas em projetos integrados com CFTV, automatizadores de portão, alarmes e em segurança eletrônica em geral, porém poucas se aventuram no controle de acesso. O nível de conhecimento técnico dos profissionais, as integrações com outros equipamentos e softwares aliados às demandas primárias das empresas, são as principais causas da baixa quantidade de empresas que trabalham com controle de acesso.

E vem muito mais por aí, tecnologias como o aumento computacional dos equipamentos, AI (inteligência artificial), computação em nuvem, carecem de mais mão de obra especializada.

Profissional de segurança eletrônica, prepare-se para o futuro!

André Dini
Graduado em Eng. de Agrimensura com MBA em Gestão com Ênfase em Gestão Comercial e Vendas, trabalha há mais de 15 anos no segmento de Segurança Eletrônica com especialização em Controle de Acesso.    
 

Notícias Relacionadas

Destaque

Polícia Federal deve iniciar fiscalização a bancos após 1 ano da publicação da portaria sobre segurança privada

Neste mês, completa um ano desde a publicação da portaria que regulamenta iniciativas para aumentar a segurança da população, empresas…

Destaque

Auvo Lança Auvo Chat na Exposec 2024: Inovação em Comunicação para o Setor de Segurança Eletrônica

A Auvo, plataforma completa de gestão para equipes externas, confirma presença na Exposec 2024 e apresenta uma inovação ao público…

Destaque

Aeroscan e Performancelab na Exposec: onde a segurança e a eficiência se encontram

É com essa mensagem que Aeroscan e Performancelab juntas na Exposec reafirmam a integração de suas plataformas para aumentar o…