A Arena mais segura da América Latina

Allianz Parque implanta câmeras de videomonitoramento com inteligência artificial da Dahua Technology. Capaz de realizar análise de dados e reconhecimento facial, sistema da companhia agrega maior modernidade ao projeto de segurança da arena

Por Redação

Inaugurado em 2014, o Allianz Parque é a principal arena multiuso da América Latina. Construído pela WTorre, no local do antigo Estádio Palestra Itália, o espaço é referência em modernidade, atendendo às normas da FIFA e colecionando diversas honrarias — entre elas, o Prêmio Master, na 11ª edição do Grande Prêmio de Arquitetura Corporativa, o Selo de Acessibilidade, entregue pela Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), e o prêmio “Gerenciamento Ambiental do Entorno da Obra”, no 3º Prêmio Seconci de Saúde e Segurança do Trabalho.

De olho no mercado, a administração do Allianz Parque investe constantemente em soluções de ponta para manter o projeto alinhado aos padrões mais atuais de inovação do mundo. As mais recentes são as câmeras de videomonitoramento inteligente da Dahua Technology, que já estão instaladas e em fase final de implementação. Embutidas com sistema de inteligência artificial, elas proporcionam maior eficiência e precisão ao trabalho do time de segurança da arena, que recebe milhares de pessoas em espetáculos, eventos corporativos e, principalmente, jogos de futebol da Sociedade Esportiva Palmeiras.

“Temos muito orgulho de poder contar com essa parceria da Dahua Technology. Por meio dela, hoje, o Allianz Parque passa a contar com um sistema de reconhecimento facial de última geração, que possui inteligência artificial e análise de dados, podendo ser integrado ao sistema das equipes de segurança pública”, destacou Eduardo Rigotto, gerente geral do Allianz Parque.

Aloizio Silva, Gerente De Tecnologia Allianz Parque e Eduardo Rigotto, Gerente Geral Do Allianz Parque.

Embora a arena não apresente dificuldades para a operação de segurança, inclusive sendo reconhecida como uma das mais protegidas do país, Rigotto ressalta que sempre há possibilidades de modernização. “O mercado mudou em cinco anos e, para nos manter na liderança permanecendo como uma inspiração para outros espaços, precisamos continuar investido em novas tecnologias”, disse.

No projeto, foram utilizados dispositivos com tecnologias de inteligência artificial embarcadas de última geração. Muitas de suas funções vão além de uma imagem captada por uma câmera comum. Abaixo, listamos os modelos das câmeras e tecnologias utilizadas:

• DH-IPC-PF83230-A180: câmera panorâmica com quatro sensores CMOS de 8 Megapixel, que gera uma única imagem de 180 graus de 32MP, utilizando técnica de compressão H.265;

• SD6CE245UN-HNI: câmera de posicionamento tipo PTZ com diversas tecnologias, como Starlight, que possibilita visualização das imagens em cores com pouquíssima luz (menos que 0,005lux). Conta com um sistema de zoom de 45x, além de uma iluminação infravermelha que pode chegar a 250 metros de distância;

• Gravador portátil MPT310: usado com câmeras de lapela. Faz a gravação e transmissão em alta definição de áudio e vídeo online do ponto de vista do agente próximo aos eventos;

• DH-IPC-HFW8242EN-Z4FD-IRA-LED: câmera de rede especial, que captura faces humanas por meio de algoritmo IA, embarcados em um chip com Deep Learning Technology. Entrega ao servidor de detecção facial boa parte do trabalho de processamento, pois a própria câmera localiza as faces da imagem de vídeo e analisa atributos como gênero, idade, expressões faciais e se possui óculos;

• Gravador de câmeras de rede e gerenciador do banco de dados de face DHI-IVSS7016DR-4T: trabalha em conjunto com o CMS DSS PRO que faz a gravação dos vídeos na rede, além da gerenciar e analisar as faces pré-cadastradas no banco de dados dos colaboradores e prestadores de serviços do Allianz Parque. Pode, ainda, controlar uma blacklist alertando a presença de pessoas não autorizadas em um determinado setor. O servidor pode, em tempo real, trabalhar processando o fluxo de entrada na abertura dos portões, podendo reconhecer até 40 faces por segundo na Arena, detectando os rostos e comparando-os com a base de dados preparada para emitir alertas para a segurança em campo em até poucos segundos;

• Vídeo Wall com 6 telas LCD de 46 polegadas (DHL460UCM- ES): forma uma matriz 2×3 e um controlador Dahua (NVD- 0905DH-4I-4K), que pode exibir imagens 4K, ao vivo, anúncios e propagandas de forma profissional.

A instalação de todo o sistema levou 90 dias, e a conclusão do projeto está prevista para o dia 15 de julho deste ano. Segundo o gerente geral do Allianz Parque, o maior desafio consiste em implementar o novo sistema com a arena em funcionamento. “Temos que realizar a substituição sem que haja qualquer impacto para a equipe de segurança. Mas, com suporte da equipe da Dahua Technology, estamos conseguindo realizar o trabalho tranquilamente, sem nenhuma grande mudança em nosso planejamento inicial”, explicou Rigotto.

Além de prover a tecnologia de segurança eletrônica, a Dahua Technology também se tornou patrocinadora do Allianz Parque, assim como a Prevent Senior, Banco Pine e a própria marca Allianz Seguros. Com isso, o Centro de Controle de arena passa a se chamar CCO by DAHUA TECHNOLOGY e o estádio terá mais de 150 placas informando que a tecnologia de ponta Dahua Technology está presente no local para proteger a todos.

da América Latina, que totaliza 580 metros e de painéis para todos bares da arena. O projeto inovador com os painéis de LED da Dahua Technology foi desenvolvido pela Digital Arena, empresa pioneira na área de mídia digital para estádios. “A nossa filosofia é entregar projetos de grande porte que façam a diferença, não somente para o cliente como também para as pessoas que vão utilizar o seu espaço”, disse Fabio Lopes, diretor de Canais da Dahua Technology. E acrescenta, “o Allianz Parque é um local de entretenimento onde os expectadores visam assistir um grande espetáculo com total segurança e conforto. Este projeto visa demonstrar que o Allianz Parque é a arena mais segura da América Latina”.

Localizado na cidade de São Paulo, o Allianz Parque se impõe entre os bairros Água Branca, Pompeia, Perdizes e Barra Funda, região de fácil acessibilidade destacada por organizadores de eventos e torcedores do clube. O espaço tem capacidade para receber 43,7 mil pessoas em dias de jogos, 55 mil para shows e 12 mil em eventos no anfiteatro.

Notícias Relacionadas

Destaque

Polícia de São Paulo adotará reconhecimento facial em investigações

A tecnologia de reconhecimento facial será usada por mais um órgão público. Segundo o Mobile Time, a Polícia Civil de…

Segurança Eletrônica

TS Shara lança linha de nobreaks para proteção de aplicações críticas de TI

A TS Shara, fabricante nacional de nobreaks e estabilizadores de tensão, anuncia o lançamento da linha de nobreaks, o UPS…

Destaque

Nova ferramenta potencializa a qualidade das instalações dos sistemas de vídeo

Dispor de uma visão global das melhores práticas para a instalação e implantação de soluções de vídeo confiáveis e escaláveis…