Vendas de drones para proteção e segurança podem chegar a US $ 250 milhões em 2019; confira 7 motivos que devem impulsionar esse crescimento

Um dos novos segmentos tecnológicos em expansão no setor de segurança nos últimos anos foi o dos veículos aéreos não tripulados, mais conhecidos como drones. Mas enquanto as preocupações legais e outras questões diminuíram um pouco a aquisição dessa solução, as vendas dos drones para aplicação em projetos de segurança devem crescer nos próximos anos, de acordo com o relatório do The Freedonia Group.

As vendas de drones para segurança nos Estados Unidos totalizaram US$ 90 milhões em 2016, e a estimativa é que essas vendas dobrem em 2019, chegando a US$ 250 milhões. Além disso, The Freedonia Group prevê que, entre 2019 e 2022, as vendas desses dispositivos crescerão quatro vezes e quase sete vezes no período de seis anos entre 2022 e 2028.

Confira os fatores que devem impulsionar esse crescimento:

1- Divulgação rápida das capacidades e benefícios dos drones comerciais, incluindo a opção de integrar os veículos em sistemas e serviços de segurança existentes para fornecer inteligência acionável;

2- A diminuição dos custos do equipamentos à medida que a economia da produção em escala continue a permitir que os fabricantes produzam equipamentos de forma mais eficiente a uma demanda maior, tornando os drones uma opção mais acessível para potenciais usuários finais;

3- Desenvolvimento contínuo em soluções mais especializadas em todos os segmentos da indústria, o que ajudará a atender às necessidades essenciais dos clientes e a fornecer aplicativos adicionais para uso;

4- Expansão das capacidades dos sistemas de drone para coletar informações cruciais e rápidas em proteção e segurança;

5- Normas industriais em evolução que ajudarão a remover as áreas cinzentas na legalidade da operação e incentivar uma adoção maior entre potenciais usuários finais que, de outra forma, possam hesitar devido a preocupações de responsabilidade;

6- Desejo aos usuários finais em reduzir os custos trabalhistas e confiar em sistemas mais altamente automatizados, muitas vezes mais precisos;

7- Inúmeras formas de alavancar a tecnologia do drone para complementar os sistemas de segurança eletrônicos já existentes.

Notícias Relacionadas

Destaque

Autoridades chinesas exigem instalação de câmeras de vigilância dentro de casas alugadas

Na China, o medo orwelliano de um Estado “Grande Irmão” está se tornando realidade, já que os cidadãos que moram…

Destaque

Western Digital amplia portfólio para clientes de data center e nuvem

Western Digital anunciou dois lançamentos ao seu amplo portfólio de sistemas, plataformas, SSDs e unidades de memória baseados em NVMe,…

Destaque

Uber anuncia contrato com Serpro para checar dados de veículos e motoristas em tempo real

A Uber e o Serpro, empresa de TI do Governo Federal, anunciaram o fechamento de contrato de âmbito nacional. Por…