Segurança em condomínios também na palma da mão

Com o passar dos anos, a tecnologia trouxe diversos benefícios à sociedade, em todos os âmbitos em que ela pode atuar: educação, saúde, lazer, e a segurança não está fora desta lista. O celular, que está na palma da mão de qualquer pessoa, é um bom exemplo de tecnologia que pode abranger todos esses requisitos, até mesmo na questão de ter um maior controle da portaria do seu prédio ou condomínio.

Já imaginou poder sair de casa e ainda ter acesso às informações sobre quem entra e sai do seu condomínio? Isto é extremamente vantajoso para, por exemplo, pais que saem de férias a dois e deixam os filhos, já crescidos, sozinhos em casa. Essa é apenas uma das principais vantagens da portaria remota. Quando os moradores optam por este modelo de portaria poderão instalar um aplicativo no celular onde ele consegue ver se o filho saiu com o veículo, que horas ele saiu e quando voltou, e o mesmo vale para o período de visitantes e prestadores de serviço. O aplicativo permite ter acesso às imagens do local e controle dos acessos.

Ou seja, ela permite que os moradores tenham acesso a estas informações, mas claro, eles não as controlam. Já existem diversos casos de crianças que liberaram a entrada de desconhecidos no condomínio, o que é um alerta de perigo. Quem libera o acesso ao prédio é a central da empresa contratada para o serviço. Além disso, a portaria remota possui outro grande benefício que é a biometria e é ela que mantem as informações de circulação do condomínio que ficam armazenadas na central.

O controle de acesso biométrico demanda um estudo prévio e simples do condomínio para definir quantos equipamentos serão necessários para dar o suporte ao local. Quando falamos em portaria remota, que utiliza da biometria ela é “salva” dentro de um sistema central, que permite o registro dos acessos de qualquer pessoa que tenha entrado ou saído do prédio, inclusive os horários em que isso ocorreu. Para o síndico é um facilitador também na hora de verificar a entrada e a saída dos funcionários do condomínio e dos prestadores de serviço dos apartamentos ou casas.

Isso gera uma flexibilidade e mobilidade maior. É um investimento em preventiva de uma forma eficiente, tudo para garantir os benefícios. É preciso entender também que a portaria remota tem um custo inicial mais alto que outros modelos de portaria, mas que a eficiência em segurança é mais reforçada e a redução de custos chega a médio prazo. Uma prova de que as vantagens estão acima de valores é a porcentagem de aceitação da portaria remota que chega a 97% dos moradores de um condomínio.

Walter Uvo é especialista em tecnologia de segurança de condomínios da MinhaPortaria.com

Notícias Relacionadas

Destaque

Vizinhanças apostam em câmeras IP e grupos de WhatsApp para se proteger do crime

Diversas regiões de todo o estado de São Paulo, da capital ao litoral, estão apostando em iniciativas próprias para assegurar…

Destaque

Bombeiros de Los Angeles usam drones em aplicações de segurança pública

A DJI anunciou uma parceria de desenvolvimento de soluções com o Corpo de Bombeiros de Los Angeles (Los Angeles Fire…

Destaque

Governo quer regular o reconhecimento facial para vigilância pública

O governo federal quer propor um projeto de lei para regulamentar a vigilância estatal por meio de tecnologias de reconhecimento…