Portaria Remota: entenda o conceito e os diferenciais em segurança

A portaria remota é um conceito inovador para serviços de segurança e controle de acesso. O sistema pode ser adaptado em condomínios, edifícios residenciais ou redes de empresas, com base na recepção de visitantes e entrada de moradores, porém tem se notado um salto muito grande em condomínio residenciais por consequência da economia do país e o crescente índice de criminalidade.

Diferente de um trabalho operacional realizado por porteiros, a portaria remota foi pensada para conectar inovação tecnológica com benefícios ao usuário. Assim, consiste em um sistema eletrônico de conexão online, que correlaciona câmeras, alarmes, mecanismos de rastreamento e sensores.

Todos os dispositivos para o uso remoto são direcionados a uma central de monitoramento 24 horas da empresa contratada, com profissionais que controlam o ambiente através das imagens e aparelhos de comunicação sem necessariamente estar no local vigiado.

Esses profissionais atuam com revezamento para oferecer o monitoramento 24 horas, com treinamento para operação do sistema e aparelhos. Os trabalhadores passam por capacitações que os qualificam, preparados para reagir em momentos de risco e situações alarmantes detectadas pelos mecanismos.

Com acesso à distância, a portaria remota possibilita um trabalho equilibrado entre o know how dos agentes e recursos inovadores que oferecem maior segurança, alto controle de imagem e restrição de entrada de pessoas. É como uma portaria comum, porém mais bem elaborada e completa.

Funcionamento da portaria remota

Ao ser solicitado, o atendente entra em contato com o morador ou visitante, sempre a partir de serviços de comunicação que ligam a central com o aparelho instalado. Esse processo é acompanhando pelas imagens transmitidas e possibilita serviços que antes eram Por Walter Uvo realizados pelo trabalhador presente, como credenciamento do visitante, alteração nos sistemas de controle do condomínio, liberação de acesso ou mesmo agendamento de visitas.

A portaria remota não restringe nenhuma atividade tradicionalmente realizada em locais de acessos. Cada tipo de ambiente é adequado de acordo com as necessidades apresentadas, através de aparelhos compatíveis com a forma de gestão do condomínio.

Essa adequação é definida por análises conjuntas com o cliente, que pontua a necessidade de simples sistemas de alarme até o conjunto automatizado completo. A partir dessa compatibilidade com o local e exigências do cliente, o sistema apresenta- se como um aperfeiçoamento na comunicação, operacionalização e serviços técnicos, garantindo total segurança para os usuários.

Como consequência dessa inovação, o monitoramento torna- se constante e substitui a necessidade de contratação de, pelo menos, quatro funcionários caso o ambiente precise de atendimento 24 horas.

Uso da Portaria Remota traz impacto positivo para o orçamento do condomínio

A possibilidade de trabalhar com menor número de funcionários ao mesmo tempo em que aprimora o sistema de monitoramento gera vantagens tanto para a segurança dos frequentadores quanto para o redirecionamento do orçamento.

Com a portaria remota elimina-se, por exemplo, os gastos de aproximadamente 60% até 80% do valor direcionado para funcionários que seriam mantidos nas entradas, considerando um número mínimo de quatro trabalhadores presenciais que ainda atuariam com ociosidade de aproximadamente 60% de seu horário fixo. Esses gastos podem render investimentos em outras áreas ou mesmo diminuir custos dos moradores, ao mesmo tempo em que a portaria remota beneficia a segurança do local.

Para que essas vantagens sejam palpáveis ao cliente, é essencial a pesquisa prévia ao contrato. Essa busca deve ser direcionada para empresas que focam na funcionalidade que a portaria remota oferece, a partir de planos elaborados individualmente após visitas de profissionais para analisar as limitações que devem ser sanadas no ambiente.

Além de instalar o sistema remoto compatível, o prestador de serviço pode oferecer diferenciais, como controle das imagens pelo próprio cliente a partir de acessos restritos no site, rastreamento veicular ou mesmo gravações.

Empresas certificadas e com premiações já apresentam comprovações sobre os serviços ao cliente, portanto, é um ponto a se considerar no momento de procurar por trabalhos de qualidade. Além das garantias pelo próprio funcionamento da portaria remota e controle do cliente, prestadores de serviço podem formalizar contratos que definem a manutenção dos sistemas quando necessário. Assim, eliminam gastos complementares ao contratante ao mesmo tempo em que restabelecem a integridade do mecanismo.

Essas assistências não prejudicam o monitoramento em si e, quando há necessidade de um tempo maior de trabalho no sistema, os equipamentos devem ser substituídos temporariamente, evitando que o local fique desprotegido.

A portaria remota, a partir da junção entre todos esses pontos, passa a ser vista como uma alternativa de grande atração em locais que demandam diferencial na segurança, atribuindo um cuidado maior para os frequentadores ao mesmo tempo em que elimina gastos desproporcionais.

O serviço cresce em grande proporção e já é muito bem avaliado, tornando-se uma oportunidade para a gestão em ambientes residenciais ou empresas que buscam uma alternativa acessível e com inovações para aprimorar seu sistema de segurança.

Walter Uvo
Especialista em portaria remota e sócio fundador da FocusMind. É professor da FMU em Gerenciamento de Projetos, tem MBA em TI Aplicada a Gestão Estratégica de Negócios pela FGV/SP e Coordenador da Câmera Setorial de Monitoramento da ABESE.

Notícias Relacionadas

Destaque

CDVI participa de um ciclo de palestras da FMU para alunos de Telecom e TI

No dia 13 de novembro a CDVI participou do ciclo de palestras promovida por professores e coordenadores dos cursos de…

Destaque

Evento Soluções de Segurança terá palestras técnicas e debates; inscrição gratuita

Acontece no dia 29 de novembro (quarta-feira), em São Paulo, o último encontro do ano organizado pela Revista Segurança Eletrônica….