8 dicas de gestão para quem é novo no ramo de monitoramento

Abrir uma empresa de monitoramento eletrônico, geralmente, não é uma tarefa realizada por quem não tem nenhuma experiência na área. É comum que ex-funcionários de empresas de segurança privada ou de equipamentos de segurança eletrônica se tornem empreendedores.

A antiga função demandava conhecimento técnico, mas nem sempre de gestão de negócios. Por isso, uma das queixas mais comuns feita por quem abriu uma empresa de monitoramento recentemente é como fazer a empresa dar lucro.

O lucro é consequência de um conjunto de fatores. Saber gerir o negócio evita que a empresa feche as portas no primeiro ano, gera valor de verdade para os clientes, mas também é preciso estudar a região a ser atendida, as necessidades do perfil de consumidor, os altos e baixos da economia.

O primeiro ano é desafiador. Você precisa aprender e absorver muitos conselhos teóricos e práticos. Para te ajudar nesta etapa, com uma leitura útil e rápida, fizemos esta lista com 8 dicas de gestão para quem é novo no ramo, confira!

1# Tenha uma reserva financeira pessoal e mantenha sempre as contas separadas

Este conselho é do Sebrae e ele tem total razão para insistir no assunto. O segmento de monitoramento eletrônico tem um dos maiores custo de aquisição de cliente, isso significa gastar bastante para ter um cliente que só vai se pagar ao longo do tempo. Fidelizar clientes, portanto, é fundamental para garantir o retorno sobre o investimento.

Mas como mensurar todos esses indicadores se junto com a compra dos equipamentos de central de alarme e câmeras você coloca a mensalidade da escola das crianças ou a prestação do carro? Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa bem diferente.

Deixe seu orçamento doméstico completamente fora do orçamento da empresa. Nunca pegue todo lucro proveniente do mês, para continuar existindo com uma saúde financeira sustentável, toda empresa precisa de investimentos recorrentes.

2# Crie um negócio consistente desde o primeiro dia

Seu negócio é prover monitoramento de ambientes domésticos, empresariais e industriais. Se você começa a vender equipamentos ou tem a intenção de vender seguros para casa e objetos de valor, é melhor repensar qual é o seu objetivo. Leia a legislação para entender o que você pode ou não pode agregar no seu serviço.

3# Tenha comprometimento com seu negócio

Pode soar contraditório, mas algumas pessoas se tornam empreendedoras e acreditam que irão trabalhar menos. Não é verdade! Você vai precisar de uma dose extra de dedicação e constância na sua rotina. E aqui vale a expressão “é o olho do dono que engorda o gado”, se você quer fazer sua empresa prosperar, precisa estar comprometido com ela.

4# Tenha metas e objetivos a curto, médio e longo prazo

Se você não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve! Por isso, para gerir o seu negócio e ter permanência no mercado, é preciso traçar um plano com objetivos para os próximos 3 meses, para o próximo ano e para os próximos 3 anos.

5# Não tenha medo de falhar

Mas falhe rápido. Esta é a cultura no Vale do Silício, região no estado da Califórnia que concentra startups do mundo todo e grandes empresas como a Google.

Mais importante do que falhar rápido é aprender com seus erros. Um empreendedor de sucesso precisa ter autocrítica constante e enxergar a realidade. Deixe a vaidade de lado, pois ela não irá contribuir para a lucratividade da sua empresa.

6# Não espere pela oportunidade perfeita

Não fique esperando aquela oferta arrasadora para comprar equipamentos e softwares. Planeje seus custos, o quanto você vai conseguir cobrar de mensalidade dos seus clientes e invista no que você precisa para atendê-los com excelência.

Utilizar painéis de má qualidade ou câmeras internas para projetos de CFTV externos para economizar é uma péssima estratégia. Sua empresa é nova no mercado, qualquer sinal de má qualidade no serviço fará com que você demore muito mais para recuperar a credibilidade.

7# Crie suas próprias oportunidades

Participe de feiras e eventos sobre segurança na sua região. Tenha uma equipe de vendedores ativa, esteja presente nas redes sociais, mas sobretudo conquiste a confiança através de indicação.

Ofereça um serviço atrativo para um conjunto de vizinhos em bairros residenciais ou em balneários, para empresas com filiais ou franquias, e até mesmo indústrias que precisam de um parque completo de CFTV. A dica aqui é ser proativo.

8# Seja reconhecido pela sua qualidade

Uma empresa recém-criada precisa disputar espaço no mercado com outras que já conquistaram credibilidade e confiança.

Treine seus vendedores e atendentes para ouvir o que o consumidor tem a dizer e indicar a melhor solução, inclusive a de não serem parceiros.

Isso significa que se você não tem estrutura ainda para atender uma grande universidade, você precisa recusar naquele momento e trabalhar forte para dar conta de oportunidades como esta no futuro.

Aceitar um cliente grande sem ter condições ainda para isso pode ser um super problema, desde prejuízos financeiros (porque ele pode cancelar o negócio daqui a 2 meses!) até problemas judiciais por falha no serviço prestado.

Fonte: Segware

Notícias Relacionadas

Destaque

CDVI participa de um ciclo de palestras da FMU para alunos de Telecom e TI

No dia 13 de novembro a CDVI participou do ciclo de palestras promovida por professores e coordenadores dos cursos de…

Destaque

Evento Soluções de Segurança terá palestras técnicas e debates; inscrição gratuita

Acontece no dia 29 de novembro (quarta-feira), em São Paulo, o último encontro do ano organizado pela Revista Segurança Eletrônica….